terça-feira, 1 de abril de 2008

Beleza triste

Tenho uma beleza triste...
o olhar distante
o rosto pueril
o peito arfante
a idéia a mil
o sorriso oscilante
a mente onírica
o corpo bacante
a vida lírica
a morte constante

03/03/08

Um comentário:

casscouto disse...

Olá Lenita, tudo bem?

Obrigado pelo coments. Das que li no seu blog essa foi a que mais gostei. Pela simplicidade, pela profundidade, pela sinceridade.

Um abraço.

Cassiano.